Prefeitura de Rodrigues Alves e Estado promove I percurso formativo com mais de 150 professores

Prefeitura de Rodrigues Alves e Estado promove I percurso formativo com mais de 150 professores do município



A Prefeitura de Rodrigues Alves, através da Secretaria Municipal de Educação, em parceria com o Estado do Acre, por meio do Núcleo Estadual de Educação, promoveram o I percurso de formação docente dos professores da rede de ensino estadual e municipal.


A formação continuada dos docentes foi realizada no período de 11 a 19 de abril, com a presença dos educadores que vão lecionar no ensino infantil e fundamental. No total, participaram cerca de 150 professores lotados em mais de 45 escolas.



Na conclusão do curso, a Prefeitura de Rodrigues Alves, através da Coordenação de Endemias, ministrou uma oficina em alusão ao Dia Mundial da Malária , celebrado dia 24 de abril, pela Organização Mundial da Saúde (OMS). Preparando os docentes que vão lecionar na área rural a respeito dos sintomas e cuidados para evitar contrair a doença.

O prefeito Jailson Amorim, destaque no Estado pelo forte investimento no setor educacional, destacou que a formação dos docentes é muito importante, mediante a retomada das aulas presenciais no município. " Estamos participando do encerramento do curso de formação, que é importante para auxiliar nosso docentes e equipe gestora das escolas diante dessa nova realidade, que é a volta às aulas presenciais no município. Além da preparação pedagógica, nossa administração investiu na melhoria salarial dos docentes, na qualidade da merenda, para que tenhamos um ano letivo ainda mais produtivo", destaca o gestor.


As aulas das escolas do município iniciam no dia 02 de maio.


O principal objetivo nesse primeiro momento formativo, organizado e ministrado pela SEME, foi subsidiar os professores, coordenadores pedagógicos e gestores quanto a organização do planejamento escolar frente aos desafios em sala de aula, no tocante ao processo de ensino e aprendizagem provocado pelo contexto pandêmico da covid-19, sem perder de vistas ao que está proposto na Base Nacional Comum Curricular e no Currículo de Referência Único do Acre.


"Entendemos que o contexto pandêmico causado pela Covid-19 e vivenciado por todos nós nos últimos dois anos deixou muitas sequelas que se agravou no ritmo da aprendizagem dos nossos estudantes e que precisamos reverter esse quadro no sentido de mitigar toda essa desconstrução de saberes. Também estamos convicto de que o ano letivo de 2022 será um ano de muitos desafios para todos os envolvidos no processo educacional e, principalmente, para os profissionais da educação, os professores", contextualizou o professor José Adgarbe, secretário de Educação.



Posts recentes

Ver tudo